sexta-feira, 2 de outubro de 2009

O que eu vou ser?

Me vi quase obrigada a pensar numa questao hoje.
Quando e como as pessoas decidem o que vao ser quando crescerem?
Enquanto crianças, escolhemos as mais mirabolantes profissões para o nosso futuro, sem nem mesmo saber exatamente o que quer dizer cada uma dela.
Quando adolescentes, nos vemos na obrigação de pensar e na pressão de decidir o que ser, agora que estou crescendo. É aí que mora o problema.
É necessário decidir hoje o que seremos dali a 20, 30, 40 anos; isso não é um tanto injusto?
Não seria, se não estivessemos diante de tamanha competição e materialismo.
Pergunto: que adolescente, quando escolhe a sua profissão, pensa no que vai realiza-lo? E qual pensa no que vai fazê-lo bem sucedido e vai faze-lo ganhar dinheiro?
É assim que o jovem se forma. Os pais o orientam a fazer o curso que está na moda, e eles esquecem de suas aptidoes, dos seus conhecimentos, do seu gosto. Fazem qualquer coisa, e quanto chegam aos 40 anos... param e pensam: onde eu errei?
Porque aos quarenta voce começa a pensar no que voce ja fez e no que ainda lhe falta fazer. E se você não esta realizado profissionalmente, dificilmente se sentirá realizado como pessoa, e estará emocionalmente abalado... o que fará começar a repensar todas as decisões, e isso pode levar a pensar em coisas que já estão estaveis, e pensar nela faz gerar duvida, e voce vira sua vida de cabeça pra baixo.

E se voce tiver escolhido, la atras nos seus 18, 19 anos, fazer o que te realiza?
As perguntas dos 40 serao respondidas, os anseios terao sido saciados, e mesmo que voce nao tenha todo dinheiro do mundo... vai sentir-se feliz porque faz algo pelo mundo, pelas pessoas, pela sociedade. Nenhum trabalho é em vão, e o meu trabalho precisa ser reflexo do que eu sou. Do contrario, não será bem feito.

0 comentários:

Postar um comentário

My place. Copyright © 2009
Scrapbook Mania theme designed by Simply WP and Free Bingo
Converted by Ipietoon Template